MP-AM denuncia delegado por homicídio triplamente qualificado

Denúncia Delegado Gustavo Sotero

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), por meio da 15ª Promotoria de Justiça, que atua junto ao 1º Tribunal do Júri, denunciou o delegado Gustavo Sotero por homicídio triplamente qualificado cometido contra o advogado Wilson Justo Filho, no dia 25 de novembro de 2017, em uma casa noturna de Manaus. O denunciado ainda feriu outras três pessoas na ocasião do crime e permanece preso, preventivamente, na carceragem da Delegacia-Geral.

Na avaliação da Promotora de Justiça, Laís Rejane Freitas, o delegado não matou Maurício Carvalho Rocha, Iuri José Paiva Dácio de Souza e Fabíola Rodrigues Pinto de Oliveira, mulher do advogado, porque as vítimas conseguiram fugir. “As vítimas sobreviventes só não vieram a óbito por circunstâncias alheias à vontade do agente, tendo em vista que as vítimas conseguiram fugir e se dispersar, somada à rápida intervenção de terceiros em conter o denunciado”, registrou.

Conforme a denúncia, os crimes foram praticados por motivo fútil, dificultando a defesa da vítima e utilizando meio que resultou em perigo comum. Mediante uma única conduta (ação), o acusado matou a vítima pretendida e ainda tentou contra a vida de mais três vítimas. Ao prever o risco de ocorrer ofensa a um bem jurídico penalmente tutelado e continuar a agir, o agente aceitou o risco de produzir o resultado morte.

Houve, pelo erro na execução, atingimento de vítimas diversas da pretendida, pelo que deve o acusado responder como se tivesse efetivamente acertado a vítima visada, nos termos do art. 73, in fine, do CP, e também pelos crimes de tentativa de homicídio das vítimas sobreviventes, já que assumiu o risco, praticando crimes concorrentes e resultantes de desígnios autônomos, nos termo do art. 70, in fine, do CPB.


Últimas Notícias
Servidores demitidos em período eleitoral serão indenizados pelo Município de Maués

Notícias
Em Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público do Estado do Amazonas, o Município de Maués foi condenado...
MP-AM vai à Justiça pela renovação e manutenção dos veículos de transporte coletivo de Manaus

Notícias
A 81ª Promotoria de Justiça Especializada na Proteção e Defesa do Consumidor (Prodecon) ajuizou na última...
MP-AM denuncia estado falimentar da Fucapi e vai à Justiça para impedir novas matrículas

Notícias
O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), por meio da 47ª Promotoria de Justiça Especializada em...
Sai a lista de inscritos para Remoção à 2ª PJ de Parintins

Notícias
O Conselho Superior do Ministério Público do Estado do Amazonas (CSMP) divulgou hoje, 16 de janeiro de 2018, no...