Programa de Atenção às Pessoas em Situação de Vulnerabilidade Psicossocial – RECOMEÇAR

topo recomecar03

O que é o Programa
Um Núcleo de Atendimento às Pessoas em Situação de Vulnerabilidade Psicossocial criado em 2016, em parceria com o Governo do Estado do Amazonas, para oferecer subsídio ao trabalho dos  Procuradores e Promotores de Justiça.
O Programa atua no atendimento às pessoas em situação de vulnerabilidade psicossocial, bem como no atendimento de demandas das Procuradorias Promotorias no desenvolvimento das ações ministeriais que visem a garantia dos direitos e garantias fundamentais dos cidadãos.

Objetivo

  • Subsidiar o trabalho dos Procuradores e Promotores de Justiça,através de um olhar humanizado às pessoas em situação de vulnerabilidade psicossocial, fornecendo um atendimento acolhedor, de modo a estimular a reintegração social e familiar dessas pessoas, apoiar em suas inciativas em busca de autonomia, contribuindo na promoção do bem-estar e da qualidade de vida, tendo como referência o trabalho em rede intersetorial.
  • Colaborar nas ações idealizadas e desenvolvidas pelos Procuradores e Promotores de Justiça com o fito de garantir o acesso a direitos e garantias fundamentais aos cidadãos.

 

Coordenação
Programa de Atenção às Pessoas em Situação de Vulnerabilidade Psicossocial – RECOMEÇAR é acompanhado, gerido e fiscalizado pela Promotora de Justiça Silvana Ramos Cavalcanti, titular da 64ª Promotoria de Justiça.

Equipe Interprofissional
O Programa é formado por uma equipe interprofissional. Profissionais de diferentes áreas, entre elas, Assistentes Sociais, Psicólogos, Pedagogo e Agente Técnico Jurídico trabalham juntos, mantendo suas atuações específicas, com troca de informações dentro da área de interseção.
Tatiana Almeida Freire de Souza – Coordenadora Executiva
Deborah Abecassis – Agente Técnico Jurídico
Débora Leão – Assistente Social
Adriana Taveira – Assistente Social
Eucélia Afonso – Assistente Social
Maria do Socorro Vasconcelos – Assistente Social
Gleidiane Cavalcante - Estagiária de Serviço Social
Layra Thaís Padinha – Estagiária de Serviço Social
Suanma Uchoa de Araújo – Psicóloga
Ingrid Queiroz Cássio – Psicóloga
Mahtilde Ezaguy – Psicóloga
Letícia Reis  - Estagiária de Psicologia
Magno Batista – Estagiário de Psicologia

Serviços

    • Serviço Social- visa promover o acolhimento da pessoa em situação de vulnerabilidade, a identificação de suas expectativas em relação às ações da equipe e o encaminhamento a psicólogo. A proposta é de que a intervenção social seja extensiva aos familiares e/ou colaterais.
    • Psicologia – visa articular estratégias e ações com o intuito de promover a qualidade de vida das pessoas atendidas no programa, buscando reduzir os fatores de risco psicossocial e fortalecer os fatores de proteção.
    • Oficinas Expressivas para Crianças – Esta atividade ocorrerá por meio de parcerias com instituições. São atividades realizadas com grupos de crianças, com a orientação de um profissional e que visa por meio da expressão lúdico artística a promoção da saúde e o fortalecimento dos fatores de proteção da criança, como a resiliência, em um espaço acolhedor e suportivo.
    • Grupo de Convivência de Jovens – Esta atividade visará promover a interação social, a discussão grupal a partir de situações-problema, com reflexões que promovam o empoderamento e a construção de identidades.
    • Grupo de Apoio às Mulheres m situação de violência doméstica – Esta atividade visará promover a saúde mental das participantes, através da comunicação verbal, da relação terapêutica entre as participantes do grupo e da intervenção profissional, sobretudo por meio de um atendimento acolhedor, suportivo e humanizado.
    • Grupo de Convivência de Idosos – Esta atividade visará a interação social, o fortalecimento da autoestima, favorecer a comunicação e discutir sobre temas relacionados a esse ciclo de vida. Dessa forma, busca-se a potencialização dessas pessoas enquanto sujeitos de direitos.
    • Oficinas Culturais – Esta atividade ocorrerá por meio de parcerias com instituições com vistas a promover a inclusão cultural e o interesse das pessoas atendidas no programa pelos espaços de cultura da cidade.
    • Rodas de Conversa – Visa discutir e refletir sobre temas diversos, relacionados à cidadania, ao meio ambiente, à promoção da saúde, entre outros.
    • Oficinas de Geração de Renda –Esta atividade ocorrerá por meio de parcerias com demais instituições que desenvolvam atividades de fomento de geração de emprego e renda. Busca desenvolver atividades que favoreçam o empoderamento das pessoas em situação de vulnerabilidade psicossocial por meio de ações que favoreçam o resgate da dignidade humana.
    • Grupo de Apoio aos Familiares – atividade que busca contribuir para o restabelecimento de um ambiente familiar favorável à recuperação da dignidade e elevação da autoestima das pessoas em situação de vulnerabilidade psicossocial, bem como de seus familiares, impedindo uma revitimização por parte da própria família. Busca-se oferecer suporte emocional para a superação das perdas provocadas pelo ato ilícito do qual se foi vítima. Além disso, visa criar laços de solidariedade entre os familiares, discutir problemas em comum e promover o apoio no enfrentamento de situações difíceis.
    • Visitas Domiciliares–tem o fito de sensibilizar e conscientizar as famílias sobre a importância do acompanhamento psicossocial nos casos de vulnerabilidade. Poderão ser solicitadas pelas Promotorias e Procuradorias de Justiça e ainda realizadas com vistas a identificar os casos de abandono ou desistência do tratamento.
    • Orientação jurídica: garante a orientação realizada por bacharel em Direito com vistas a dirimir as principais dúvidas no que tange aos aspectos jurídicos de problemas decorrentes da violência sofrida. Realiza encaminhamento para a rede de parceiros os casos que necessitarem de efetivo acompanhamento jurídico de demandas inerentes a condição da vítima.

 

Onde Funciona
O Programa de Atenção a Pessoas em Situação de Vulnerabilidade Psicossocial – RECOMEÇAR fica localizado na Avenida André Araújo, nº 19, Aleixo, CEP 69060-000, telefone: 2101-4559. Funciona de 8h às 14h, mediante visitas previamente agendadas pela equipe interprofissional.