Semana do Júri, em Itacoatiara, termina com êxito

Juri Ita3

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) fechou com 100% de êxito em suas ações a Semana do Júri, em Itacoatiara (AM), realizada pela 1ª Vara do Júri e Execução Penal da Comarca local. Representado pela Promotora de Justiça, Tânia Maria de Azevedo Feitosa, o MPAM teve todas as suas teses apresentadas aos respectivos Conselhos de Sentença aceitas e pronunciadas como sentença pelo juiz Saulo Góes Pinto.

O primeiro julgamento da semana, realizado na terça-feira (dia 9), teve dois réus e terminou com a absolvição de um deles (Adeilson Medeiros Xavier) e a condenação do outro (Eduardo Henrique Holanda dos Santos) por homicídio, duplamente qualificado, que resultou numa pena de 14 anos de reclusão em regime inicialmente fechado. A vítima tinha 16 anos à época do crime e se chamava Lucas Rebouças.

Segundo a denúncia apresentada pelo MPAM, o réu Eduardo Henrique efetuou dois tiros contra Lucas. Durante a instrução, ficou comprovado que o segundo réu, Adeílson Xavier, mototaxista, teria levado Eduardo até o local do crime, mas não sabia que este cometeria o homicídio.

A sessão do júri realizada na quarta-feira (dia 10), teve dez horas de duração e surpresas, após a ouvida das testemunhas. O réu Ronilson Pereira de Almeida, preso preventivamente há cerca de um ano, e o réu Ribamar Soares Felipe, que aguardava o julgamento em prisão domiciliar, tiveram o destino totalmente modificado. “Houve uma reviravolta no caso. A pessoa que estava solta (Ribamar) foi presa e a pessoa que estava presa (Ronildo) foi solta. Existia uma prisão preventiva que foi revogada durante o julgamento e determinei que a pessoa que estava sendo julgada (Ronilson) trocasse a roupa do presídio para que não houvesse o estigma da cadeia. Houve a absolvição dele pelos jurados e a condenação do outro réu”, explicou o juiz presidente do Júri.

O réu Ribamar Soares Felipe foi condenado pelo Conselho de Sentença e recebeu pena de 15 anos de prisão, por homicídio duplamente qualificado. Ronilson Almeida ganhou a liberdade. Conforme a denúncia do MPAM, o crime que levou à condenação de Ribamar ocorreu na comunidade rural de São Pedro de Iracema. A motivação do crime foi uma briga por cabeças de peixes, que os agricultores estavam assando e foram derrubadas por Claudiomar Barbosa Pacheco. Após o ocorrido, Ribamar e Ronilson, munidos de uma arma de fogo, faca e uma ripa de madeira, saíram pela comunidade buscando por Claudiomar para tirar satisfação. No caminho, abordaram Claudeny Pacheco da Silva, que não quis informar o paradeiro de Claudiomar e acabou sendo alvejado por um tiro, que o matou. Depois disso, abordaram o irmão mais novo de Claudeny, Dheimison de Oliveira Barbosa, que também sofreu lesões e ameaças.

A pauta da Semana do Júri foi encerrada nesta quinta-feira (11) com o julgamento de Jonilson Antônio Rolim Magalhães, acusado de homicídio. A vítima, morta com 13 golpes de faca, tinha problemas de saúde e, ao condenar o réu, o júri considerou que o crime foi agravado por duas qualificadoras: meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.  Ao aplicar a pena, o juiz Saulo condenou o Jonilson Magalhães a 14 anos e seis meses de prisão. A defesa do caso ficou por conta do defensor público Sérgio Guimarães.

O último júri da semana foi acompanhado por acadêmicos do curso de Direito da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e alunos do curso Técnico Jurídico do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

(Texto editado a partir de release da Assessoria do TJAM)


Últimas Notícias
MPAM participa da celebração dos 29 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente na ALE-AM

Notícias
O Ministério Público do Amazonas, na pessoa do Procurador de Justiça Público Caio Bessa Cirino, participou, nesta...
Acordo entre MPAM e prefeitura visa ampliar a estrutura do Conselho Tutelar em Tefé

Notícias
O Ministério Público do Amazonas, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Tefé, firmou Termo de Ajustamento de...
PGJ convoca mais um grupo de aprovados no XVIII Exame de Seleção de estagiários de Direito do MPAM

Notícias
A Procuradoria-Geral de Justiça do Estado do Amazonas convocou, por meio de Aviso publicado no Diário Oficial...
MPAM faz operação pra prender grupo de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas

Notícias
O Ministério Público do Amazonas (MPAM), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações...