Sarampo - MP-AM e MPF recomendam ao Estado do Amazonas e à Prefeitura de Manaus que cobrem de responsáveis vacinação de estudantes nas escolas

 

sarampo 01


O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF) emitiram recomendação ao Estado do Amazonas e ao Município de Manaus que, por meio das suas secretarias de Saúde e Educação, promovam ampla campanha de divulgação do surto de sarampo que atinge o município de Manaus, alertando a população e líderes comunitários para os riscos da doença, a importância da vacina, a obrigação que os responsáveis têm de vacinar e para as penalidades que pode sofrer quem não vacinar suas crianças e adolescentes. Os MPs também recomendaram que os casos de omissão de pais e responsáveis quanto ao dever de imunizar os jovens sejam encaminhados ao Conselho Tutelar. A recomendação foi encaminhada aos governos do Estado do Amazonas e do Município nesta sexta-feira, 10 de agosto de 2018.

“Verificamos que a vacinação nas escolas não atingiu a meta esperada. Precisamos fazer a busca ativa dessas crianças e adotar medidas que garantam que essa cobertura vacinal possa se dar dentro dos índices esperados. Estamos enfrentando uma epidemia de sarampo, e temos de adotar medidas eficazes para garantir que a vacinação aconteça, principalmente em crianças. A vacinação é um direito das crianças e um dever dos pais”, disse a Promotora de Justiça Cláudia Câmara, titular da 54ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa dos Direitos Humanos à Saúde Pública (54ªProdhsp), que assina a recomendação. Também assinam o documento, a Promotora de Justiça Nilda Silva de Souza, da 27ª Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude e a Procuradora da República Bruna Menezes Gomes da Silva, do MPF.

Na recomendação, o MP-AM e o MPF argumentam que o município de Manaus encontra-se em situação de emergência em razão de surto de sarampo, pois, de acordo com boletins epidemiológicos apresentados pelas autoridades sanitárias, a doença já provocou aproximadamente 5000 casos notificados e 602 casos confirmados da doença, havendo, inclusive, o registro de uma morte por sarampo.

A iniciativa pretende chamar os pais e responsáveis pelos alunos à responsabilidade que têm quanto à imunização das crianças e jovens, a vacinação nas escolas, embora possa auxiliar significativamente o controle do surto de sarampo, não sensibilizou ainda a população de forma efetiva, havendo registro de alto número de ausências nos dias de vacinação nas escolas.


Últimas Notícias
MPAM participa da celebração dos 29 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente na ALE-AM

Notícias
O Ministério Público do Amazonas, na pessoa do Procurador de Justiça Público Caio Bessa Cirino, participou, nesta...
Acordo entre MPAM e prefeitura visa ampliar a estrutura do Conselho Tutelar em Tefé

Notícias
O Ministério Público do Amazonas, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Tefé, firmou Termo de Ajustamento de...
PGJ convoca mais um grupo de aprovados no XVIII Exame de Seleção de estagiários de Direito do MPAM

Notícias
A Procuradoria-Geral de Justiça do Estado do Amazonas convocou, por meio de Aviso publicado no Diário Oficial...
MPAM faz operação pra prender grupo de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas

Notícias
O Ministério Público do Amazonas (MPAM), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações...