MPAM articula sociedade civil para o enfrentamento ao vício das drogas em Uarini

gustavo 8ad42

O Ministério Público do Amazonas (MPAM), pela Promotoria de Justiça de Uarini, tomou parte, como articulador social, do projeto "A vida não é uma droga e a escolha é nossa", que vai reunir as igrejas católica e evangélicas de Uarini, enquanto instituições de importância no controle social, para atuarem na prevenção ao uso de drogas entre crianças e adolescentes de 11 e 12 anos. O projeto, que entrará em ação em janeiro de 2020, foi aprimorado em reunião na Câmara dos Vereadores do Município no dia 08/11, com os líderes religiosos na presença de secretários Municipais de Saúde, Educação e Assistência Social, além do Conselho Tutelar e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

"A partir desse engajamento da sociedade, o Promotor de Justiça acompanhará a identificação de casos em que seja necessária a intervenção ministerial fazendo a ponte com o Poder Público, já que é atribuição do MP zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Públicos e dos serviços de relevância aos direitos assegurados na Constituição Federal", explicou o Promotor de Justiça Gustavo van der Laars, titular de Uarini.

A ideia do Projeto surgiu com os resultados positivos dos trabalhos do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) implementado pela Polícia Militar em Uarini. A partir disso, o Ministério Público e a Polícia Civil, órgãos que são conhecidos pela sociedade em geral como repressores, poderão atuar na prevenção aos ilícitos. "Outra inspiração é o início de aplicação de projeto semelhante pela PJ de Maraã, capitaneada pela Promotora de Justiça Priscilla Carvalho Pini", disse Gustavo Van der Laars.

Segundo o Promotor, embora se tenha a consciência de que o problema das drogas aflige todas as faixas etárias, o público-alvo do Projeto são crianças e adolescentes de 11 e 12 anos, seja porque é o momento de transição da infância para adolescência quando a situação de transformações importantes na pessoa em desenvolvimento, seja porque é o público alcançado pelo Proerd, dando, portanto, continuidade ao trabalho de prevenção em Uarini.

"O MP é instituição que tem o poder de transformar a realidade social com a sua atuação, principalmente extrajudicial, mas também pode atuar como articulador, para que a própria sociedade se organize e encontre as soluções para os problemas que naturalmente ocorrem", argumentou o Promotor.

Compareceram à reunião 15 das 18 igrejas da cidade, sendo que 11 aderiram à ideia de imediato e quatro levarão a ideia aos líderes religiosos a quem representaram na reunião. O MP poderá participar dos eventos das Igrejas como convidado e também realizar outros eventos durante o período."A parceria com as Igrejas, que detêm influência sobre grande parcela da população, é importante para a efetividade das transformações sociais buscadas pelo MP", defendeu o Promotor de Justiça.

Encontros mensais e avaliação a cada seis meses
O "A vida não é uma droga e a escolha é nossa" promoverá um evento por mês, além dos cursos ordinários, de modo que colaborem para a sociedade mensalmente, apresentando o resultado. O assunto, portanto, sempre será abordado em Uarini durante o ano. Ao final de cada semestre será feita avaliação dos resultados, que serão apresentados ao MP. A partir dessa avaliação, o MP tomará as medidas cabíveis junto aos órgãos públicos para a proteção dos direitos das crianças e adolescentes.

A abordagem proposta, além do âmbito espiritual, englobará áreas que fomentem o desenvolvimento integral do cidadão, com a possibilidade de participação de profissionais das áreas de saúde, educação, psicologia, assistência social, entre outros.

"A PJ de Uarini pretende apresentar atrações que sejam importantes influenciadores positivos acerca do tema, bem como providenciar a confecção de folders e cartilhas explicativas para estimular o alcance de resultados satisfatórios", anunciou o titular de Uarini.

gustavo 2 0b213

Últimas Notícias
Em Nova Olinda do Norte, MPAM aciona a Justiça para garantir pagamento correto de professores e pedagogos da rede pública

Notícias
  O Ministério Público do Amazonas ajuizou, na segunda-feira (6/07), Ação Civil Pública com pedido de liminar...
MPAM pede retirada da internet de propaganda institucional que promove prefeito de Humaitá

Notícias
O Ministério Público do Amazonas (MPAM), pela 2ª Promotoria de Justiça de Humaitá, pediu ao Judiciário que seja...
Em Humaitá, MPAM abre ação contra madeireira flagrada com toras sem origem comprovada e produção ilegal de carvão

Notícias
O Ministério Público do Amazonas (MPAM), em Humaitá, por intermédio da 1ª Promotoria de Justiça local, ajuizou...
Em Boca do Acre, MPAM cobra da prefeitura melhoria da iluminação pública

Notícias
O Ministério Público do Amazonas, pela Promotoria de Justiça de Boca do Acre, firmou, no último dia 03/07, Termo de...