Inspeção do MPAM verifica avanços e aponta situações que precisam melhorar no Compaj

INSPEÇÃO COMPAJ 24PJ 7fb32

O Ministério Público do Amazonas, por meio da 24ª Promotoria de Justiça de Execução Penal, realizou inspeção no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, no último dia 23/06. A fiscalização, conduzida pela Promotora de Justiça Christianne Corrêa, durou seis horas e serviu para atestar algumas melhorias e apontar situações que devem ser corrigidas na unidade prisional que abriga 1.209 internos para uma capacidade de 454 vagas.

“O sistema prisional não é perfeito, a superpopulação persiste, mas hoje há uma organização melhor do que no passado. E essa organização, somada à disciplina, permite que os órgãos de fiscalização possam entrar e exercer suas atividades, que visam garantir os direitos daquela população a alimentação digna, acesso à saúde e à educação, e com isso propiciar a ressocialização desses presos, que vão progredir de regime e vão poder voltar a conviver com a sociedade”, avalia a titular da 24ª PJ.

A inspeção teve seis horas de duração e verificou a qualidade da água que é distribuída aos internos, no bebedouro e na torneira das celas, a distribuição de uniformes e o acolhimento aos visitantes. “As visitas serão retomadas em julho e há muitas reclamações quanto à forma como os visitantes são recebidos na unidade prisional. Então o Ministério Público fez recomendação para que haja um protocolo de atendimento aos visitantes, onde se deixa claro tanto ao visitante quanto ao agente, os deveres e direitos de cada um, o que pode e o que não acontecer naquele ambiente, que é de segurança. Esse protocolo vai ser elaborado pela Secretaria de Administração Penitenciária com acompanhamento do MP”, informou a Promotora de Justiça.

Covid-19

As medidas prevenção à covid-19, segundo Christianne Corrêa, vem sendo cumpridas de forma satisfatória. As aulas seguem suspensas para evitar contato entre os presos dos diversos pavilhões. Os presos que saem com escolta médica estão sendo submetidos a quarentena em uma área de triagem da enfermaria, há disponibilização de álcool em gel, máscara facial e os 54 presos que fazem parte do grupo de risco para a Covid-19 permanecem isolados em ala separada. A reforma da enfermaria vai ampliar o número de consultas médicas e propiciar mais organização ao espaço. O Ministério Público vai contribuir, auxiliando no processo de inclusão da enfermaria no CNES, cadastro nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES).

Educação

Embora as aulas da rede estadual estejam suspensas, no COMPAJ 14 internos seguem estudando em regime de Educação à Distância, em cursos de nível superior de uma faculdade particular. “As famílias dos internos pagam parte da mensalidade, a instituição de ensino concede bolsas de desconto, e a unidade prisional, além de disponibilizar os computadores, faz a movimentação para eles assistirem a aula pela internet, o que é muito bom para a remissão de pena e ressocialização dos presos”, observa Christianne Corrêa.

Além disso, também foram inspecionadas as obras no telhado da biblioteca e da enfermaria, bem como demonstrada a otimização de espaço para a instalação de mais uma sala de videoconferência, que deve ampliar a capacidade de realização de audiências virtuais simultâneas na unidade prisional do COMPAJ.

Texto: Milene Miranda - ASCOM MPAM

Foto: MPAM

Últimas Notícias
Em Nova Olinda do Norte, MPAM aciona a Justiça para garantir pagamento correto de professores e pedagogos da rede pública

Notícias
  O Ministério Público do Amazonas ajuizou, na segunda-feira (6/07), Ação Civil Pública com pedido de liminar...
MPAM pede retirada da internet de propaganda institucional que promove prefeito de Humaitá

Notícias
O Ministério Público do Amazonas (MPAM), pela 2ª Promotoria de Justiça de Humaitá, pediu ao Judiciário que seja...
Em Humaitá, MPAM abre ação contra madeireira flagrada com toras sem origem comprovada e produção ilegal de carvão

Notícias
O Ministério Público do Amazonas (MPAM), em Humaitá, por intermédio da 1ª Promotoria de Justiça local, ajuizou...
Em Boca do Acre, MPAM cobra da prefeitura melhoria da iluminação pública

Notícias
O Ministério Público do Amazonas, pela Promotoria de Justiça de Boca do Acre, firmou, no último dia 03/07, Termo de...