MPAM presente na posse da PGJ do Acre

posse pgj AC a72b4

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) esteve representado, na noite desta sexta-feira (31/01), na solenidade de posse para o segundo mandato da Procuradora-Geral de Justiça do Estado do Acre, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, reeleita para biênio 2020-2022. A sessão solene do Colégio de Procuradores de Justiça do MPAC ocorreu em Rio Branco com a presença de várias autoridades, familiares da empossada, assim como membros do MP de vários outros Estados. O MPAM foi representado pela Procuradora-Geral de Justiça Leda Mara Nascimento Albuquerque. Entre as autoridades ministeriais presentes, estavam os conselheiros do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) Sebastião Caixeta , Oswaldo D'Albuquerque, Silvio Amorim (foto), bem como o Corregedor Nacional do MP, Rinaldo Reis, e o presidente do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Justiça Paulo Cezar dos Passos.

Na mesma cerimônia, o órgão colegiado reconduziu ao cargo o corregedor-geral Celso Jerônimo de Souza. São empossados também os procuradores de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento, Álvaro Luiz Araújo Pereira e João Marques Pires como membros titulares do Conselho Superior, órgão que zela pelos princípios institucionais.

No final de 2019, com quase 70% dos votos dos membros do MP acreano, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues foi reconduzida ao cargo de chefe da instituição e nomeada pelo governador do estado, Gladson Cameli, para mais um mandato de dois anos. Kátia Rejane de Araújo Rodrigues é natural de Rio Branco (Ac). Formada em Agronomia e Direito pela Universidade Federal do Acre (Ufac). Ingressou na carreira do Ministério Público em 1996, atuando na Comarca de Xapuri. Foi também promotora da Infância e Juventude, tendo uma atuação de destaque na defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

No ano de 2010 foi promovida a procuradora de Justiça e assumiu, então, o cargo de procuradora-geral adjunta para Assuntos Administrativos e Institucionais. Em 2014, foi eleita pelo Colégio de Procuradores de Justiça para o cargo de corregedora-geral, tendo sido reconduzida, dois anos depois, para mais um mandato. À frente da Corregedoria Geral, notabilizou-se pelo diálogo, mas, também, pela renovação de um perfil resolutivo, intensificando orientações e fiscalizações, o que otimizou o acompanhamento das atividades funcionais dos membros. Em 2018, tomou posse como procuradora-geral de Justiça, tornando-se a terceira mulher eleita para o cargo no MP acreano. No final do ano passado, foi nomeada para o segundo mandato após encabeçar a lista tríplice, tendo recebido quase 70% dos votos de procuradores e promotores de Justiça.

Texto: Arnoldo Santos -ASCOM MPAM com informações da Agência de Notícias do MPAC

Foto: MPAC

Últimas Notícias
Itacoatiara também tem carreata contra o isolamento social proibida pela Justiça com Ação do MPAM

Notícias
A pedido do Ministério Público do Amazonas (MPAM), representado pelas promotorias de Justiça de Itacoatiara, a...
Justiça acata pedido do MPAM e proíbe carreata contra o isolamento em Manaus e em todo o AM

Notícias
*Justiça acata pedido do MPAM e proíbe carreata contra o isolamento social em Manaus* A Justiça estadual acatou, no...
Coronavírus: Nova Olinda também entra em toque de recolher por recomendação do MPAM

Notícias
Como ocorreu em Parintins, o município de Nova Olinda do Norte também teve decretado o toque de recolher pela...
Alertas, flagrantes, fiscalização ao Poder Público: a atuação do MPAM no interior do Estado no combate ao coronavírus

Notícias
Desde que a crise da pandemia do novo coronavírus se agravou, no Amazonas, o Ministério Público (MPAM) vem agindo em...